sábado, março 11, 2006

Instituto do ambiente I

O que é a qualidade do ar?

A qualidade do ar é o termo que se usa, normalmente, para traduzir o grau de poluição no ar que respiramos. A poluição do ar é provocada por uma mistura de substâncias químicas, lançadas no ar ou resultantes de reacções químicas, que alteram o que seria a constituição natural da atmosfera. Estas substâncias poluentes podem ter maior ou menor impacte na qualidade do ar, consoante a sua composição química, concentração na massa de ar em causa e condições meteorológicas. Assim, por exemplo, a existência de ventos fortes ou chuvas poderão dispersar os poluentes, ao passo que a presença de luz solar poderá acentuar os seus efeitos negativos. A altura a que as emissões ocorrem pode igualmente afectar a dispersão dos poluentes. Por exemplo, as emissões dos veículos automóveis terão, provavelmente, um maior impacto imediato no ambiente circundante e ao nível do solo do que as chaminés altas, as quais causam sobretudo problemas de poluição no solo a uma maior distância da sua fonte.As fontes emissoras dos poluentes atmosféricos são numerosas e variáveis, podendo ser antropogénicas ou naturais. As fontes antropogénicas são as que resultam das actividades humanas, como a actividade industrial ou o tráfego automóvel, enquanto as fontes naturais englobam fenómenos da Natureza tais como emissões provenientes de erupções vulcânicas ou fogos florestais de origem natural.


Os efeitos dos poluentes atmosféricos variam em função do tempo e das suas concentrações. Este facto faz com que, normalmente, se fale em efeitos crónicos e agudos da poluição atmosférica. Os efeitos agudos traduzem as altas concentrações de um dado poluente que, ao serem atingidas, podem ter logo repercussões nos receptores. Os efeitos crónicos estão relacionados com uma exposição muito mais prolongada no tempo e a níveis de concentração mais baixos. Embora este nível seja mais baixo, a exposição dá-se por um período prolongado, o que faz com que possam aparecer efeitos que derivam da exposição acumulada a esses teores poluentes.

1.O índice de qualidade do ar (Iqar) é o resulado da média aritmética calculada para cada um dos poluentes medidos em todas as estações da rede dessa área.
O cálculo do índice obriga à verificação das seguintes condições:
Deve existir pelo menos um monitor para os poluentes NO2 (diox de azoto), O3(ozono), PM10(partículas inaláveis) na zona/ para a qual se quer calcular o índice. Não é obrigatório a medição de CO(dióxido de carbono) e SO2(dióxido de enxofre) para o cálculo do índice, no entanto, caso seja medido, as concentrações são utilizadas para o cálculo.


2.A eficiência da medição tem que ser a seguinte:

11 comentários:

JMC disse...

Afinal, isto é mais complicado, do que parece.
Então o melhor será começar a por na pratica o tão falado tratado, contra a poluição do ar, que visa estabelecer padrões e valores de poluentes a serem libertados para a atmosfera.

LM disse...

Tou(mais)esclarecida!
B.

Cristina disse...

jmc

pois é, mas entretanto...continua a haver uns milhares de homens que lidam com eles de forma desigual.

beijocas

Cristina disse...

lm

:))))))))))obrigada.
beijo grande

Anónimo disse...

Hey what a great site keep up the work its excellent.
»

Anónimo disse...

Hey what a great site keep up the work its excellent.
»

Anónimo disse...

Nice colors. Keep up the good work. thnx!
»

Anónimo disse...

Great site loved it alot, will come back and visit again.
»

Anónimo disse...

Very pretty site! Keep working. thnx!
»

Anónimo disse...

Best regards from NY! black man dating white woman Leather seat covers camry Fiat x1 ticketmaster vancouver Lexmark z33 printer alfa romeo selespeed reliability

Anónimo disse...

Very nice site! » » »